Jogos para ficar bêbado

Bom, como é a preferência pessoal minha, quando você ler bebida entenda por vodca. É claro que vocês podem variar isso. Em alguns casos, se tiver alguma menina que não costuma beber, por exemplo, pode dar uma colher de chá pra ela e deixar misturar com refrigerante ou algo assim, para convence-la a participar. Obviamente que isso tem de ser combinado no começo.

Quando eu digo ‘equilíbrio’, quero dizer que o jogo tem de estar ‘calibrado’. Ou seja: O número de pessoas, o quanto essas pessoas costumam beber e o teor alcoólico da bebida tem de dar um ritmo legal para o jogo. Não pode nem ser muito fraco a ponto de ninguém ficar bêbado mas também não pode ser forte demais a ponto de todo mundo desistir rapidinho e o negócio miar.

O ideal é um jogo que deixe as pessoas o mais bêbadas possíveis, durando o maior tempo possível e com o menor número de desistências.

Eu Nunca

Todos ficam com um copinho e a bebida (normalmente uma garrafa de vodca) vai circulando a roda e todos mantém seus copos cheios. Alguém começa e fala, “Eu nunca fiz tal coisa” (é só uma frase, não necessariamente corresponde à verdade). Todos da roda que JÁ fizeram isso, bebem.

PRÓS: Da pra descobrir muitos podres, principalmente quando as pessoas começam a se embebedar.
CONTRAS: Acaba muito rápido pois você está bebendo constantemente. É melhor uma diluída ou uma bebida mais fraca, mas se for cerveja por exemplo fica fraco demais. É difícil achar um equilíbrio bom, mas quando funciona costuma ser legal.

ps. Uma variação, que dura mais, mas as perguntas ficam chatas e diretas é jogar o velho ‘verdade ou desafio’, em que o desafio é um número x de doses. Mas geralmente fica chato fazer perguntas diretamente a uma pessoa, começa a desenterrar velhos assuntos chatos e etc, e o objetivo primordial é ficar bêbado e se divertir e não revelar segredos profundos ou coisas do gênero. Não é pra ser segredos tipo “x traiu y com z”, e sim podres de bebedeira, perversidades e coisas do tipo hehehe.

10, 20, 30 segundos…

Forma-se a roda, e todos pegam uma garrafa e viram o determinado número de tempo, até caírem ou desistirem. Esse é só pra quem bebe direito. O tal do Last Man Standing mais foda.

PRÓS: Se você quer cair rápido, eis a solução. Se você ganha vai ser respeitado.
CONTRAS: Quase ninguém aceita jogar, e os que aceitam ficam muito mais bêbados do que o resto. Além disso, ficam jogados o resto do dia.

Plact, Pluct, UUUUU

Forma-se a roda. Alguém começa e fala “Plact”, e o próximo em sentido horário tem que falar “Plact” e assim em diante. Quando alguém fala “Pluct” inverte o sentido para o anti-horário e todos vão falando “Pluct”. Se alguém fala “UUUUU” (tem de ser de um jeito meio gay), pula um e continua o que estava antes. Quem errar bebe.

PRÓS: Aquela pessoa mais lerdinha acaba bebendo mais, e assim progressivamente, como todo o resto na verdade. Quanto mais bêbado, mais você bebe.

CONTRAS: É totalmente idiota, chato e costuma cansar muito rápido.

E enfim… Meu preferido:

Sueca

Esse é bem mais complexo e você vai precisar de um baralho. As regras costumam variar então é provável que alguém aqui jogue de forma diferente. Sempre tem que se estabelecer as regras antes de começar, e como todos já beberam um pouco, cada vez sai um pouco diferente mas a base é sempre as mesmas. Esse é bom de jogar com cerveja se tiver bastante disponível, pois para sair da roda e ir ao banheiro você precisa de uma carta ou beber um número X de doses. Cada dose pode ser um copo de breja.

Funciona assim: Coloca-se o baralho ao centro e forma-se a roda. Uma a uma as pessoas tiram uma carta, cada carta significa uma coisa no jogo, vou listar agora:

K – Quem tirou a carta bebe uma dose
Q – Todas as mulheres da roda bebem
J -Todos os homens da roda bebem
A – Uma dose
2 – Duas doses
3 – 3 Doses

(Essas 3 cartas funcionam assim: Com essas cartas você tem o ‘poder’ de dar doses a quem você quiser, da maneira como quiser. Ou seja: Com um A, você da a dose pra quem quiser ou pra você mesmo. Com um 2, você pode dar pra quem quiser as duas, ou dividir. Uma pra X, outra pra Y. A mesma coisa com o 3.)
4 – Jogo do ‘dedo’. Quem tira a carta guarda, e em momento oportuno, sorrateiramente apoia o seu dedão no chão, mas de uma maneira que seja bem visível aos outros. As pessoas em volta começam a perceber e colocar o dedo no chão também, a última que colocar bebe.
5 – Militar. É a mesma coisa do dedo, só que em vez de apoiar o dedo, você faz uma ‘continência’ e deixa a mão. O último que fizer bebe.
6 – A carta mais desejada. Vale uma ida ao banheiro
7 – Jogo do “Pi”: Em sentido horário, as pessoas tem que ir falando “1, 2, 3, 4, 5…” MAS: Quando o número for um múltiplo de 7, ou terminado em 7, exemplos:

7, 14, 17, 21, 27, 28…

A pessoa em vez de falar o número, fala “Pi”. Não costuma passar do 21, dependendo do ponto do jogo que a carta aparece. Se passar do 21, do 28 ninguém lembra.

8 – Regra. Provavelmente a carta mais legal do jogo. Quem tirou pode inventar uma regra, que, se quebrada, a punição é beber uma dose. As regras se acumulam.

Regras sugeridas:
- Para beber:
Proibir apontar o dedo para os outros. Típica atitude de bêbado, daqui a pouco estão todos com os punhos fechados e segurando o dedo. Apontando com o cotovelo ou coisas do tipo.

Proibir falar a palavra “Não”. Todo mundo se ferra.

- Pro negócio ficar ridículo
Todos devem falar cantando. Muito engraçado!

Todos devem falar rimando. Extremamente engraçado, ainda mais se combinado com o de cantar.

Todos devem falar em inglês, portunhol ou com algum sotaque estranho. Falar em portunhol, rimando e cantando, quando você está bêbado, é mais fácil do que você imagina.

9 – Corta regra (você escolhe uma regra pra ser cortada), ou Jogo da Moeda, onde todos ficam tentando acertar uma moeda quicando ela no chão e jogar dentro do copo, quem acertar escolhe uma dose pra alguém ou outro premio qualquer (pouco difundido e não muito legal). Pode também ser isso (esqueci o nome certo): Quem tirou a carta escolhe um tipo de coisa e uma letra. Por exemplo: Palavrões com F. Ou Objetos Eróticos com L. Aí vai rodando e quem não conseguir falar algum bebe. É engraçado porque sai um monte de merda, como stop.

10 – Se existir, varia bastante. Pode ser o coringa (apesar de que o próprio coringa pode ser incluído), assim a carta pode valer como qualquer uma. Pode ser mais uma de banheiro, por exemplo, se tiver muita gente jogando. Ou mais umas regras que eu posso não ter me lembrado.

Bom, esse jogo é o que na prática costuma funcionar melhor e deixar muita gente bêbada. Além disso, é uma ótima oportunidade para xavecos furados, pois você pode dar sua carta de banheiro para aquela menina x, ou cutucar ela na hora da continência ou do dedo pra ajudar, ignorar que você ouviu ela falando não, e etc. Muito bom para climas se você jogar em 4 ou 5 pessoas apenas Deixa bêbado rápido e da pra ficar ajudando bastante, se é que você me entende.

Envolve no geral toda uma diplomacia de negociar as doses que você vai dar pros outros para que elas não voltem pra você hehehe! Ter amigos é muito importante!

Além disso, como o jogo é realmente DIVERTIDO e oferece outros atrativos além da bebida, mesmo aquelas pessoas que não bebem muito querem continuar jogando Nos outros, geralmente, quando começam a ficar altas, essas pessoas saem fora.

 

Comente